Urbanas e Populares

Urbanas e Populares
As aulas do núcleo”Urbanas e Populares” convidam os participantes a se
expressarem através dos passos básicos, do improviso e de coreografias.
[/vc_column][/vc_row]
[/vc_row]

 

  • URBAN FUNK (Prof. Thais Vieira) 

A aula de Urban Funk trabalha com bases, técnica, consciência corporal, musicalidade e sequências coreográficas, misturando a vivência das danças urbanas com o funk carioca que está super em alta. É uma aula para resgatar a auto estima e a segurança em se movimentar, além de quebrar diversos tabus. A aula mistura muito funk, rebolado com grande influência do Hip Hop. 

  • POPPIN’ (Prof. Vinicius Niu)

Popping é uma dança que teve origem no estado da Califórnia nos EUA em meados dos anos de 1970 e desde então tem ganhado o mundo e influenciado diversas outras danças. Sua maior característica é a representação da intensidade das batidas da música através da contração muscular, geralmente embalado pelo ritmo do Electro Funk. Na aula de popping, além do aluno conhecer os fundamentos desta dança, são praticados diversos exercícios para o desenvolvimento da sensibilidade muscular e articular, qualidade que consideramos essencial para todas danças urbanas.

  • BREAKING (Prof. Vinicius Niu)

Breaking é uma dança Nova Iorquina que surgiu no final dos anos 70 como um dos quatro elementos da cultura Hip Hop. Na aula de breaking trazemos estudos e práticas para que o aluno desenvolva sua dança e conheça as técnicas por trás dos 4 elementos do breaking: Top Rock, dança de pé com muita energia e agilidade que recebe influências da salsa, charlleston e lindy hop; Footwork que é dançado agachado, normalmente com quatro apoios no chão inspirada em movimentos da dança russa, africana e artes marciais como o kung fu; Freezes, pausas e poses em viradas da música, normalmente trazendo algum elemento de equilíbrio nas mãos; Power Moves que são movimentos de explosão muscular que marcaram visualmente o breaking, como o moinho de vento e o giro de cabeça.

  • URBANAS FUNDAMENTOS (Prof. Vinicius Niu)

Dentro do guarda-chuva das danças urbanas temos uma diversidade muito grande de ritmos e movimentos. danças como House que é dançada em ritmo de música eletrônica, Locking que é dançado ao som do Funk, Hip Hop dance é embalado pelo Rap, entre outros. Nesta aula trazemos exercícios para o aluno desenvolver sua percepção musical dentro desta grande diversidade de ritmos, práticas de movimentos para o entendimento do seu próprio corpo e de elementos fundamentais que permeiam grande parte dessas danças e também são introduzidos os fundamentos e organizações sociais destas danças.

  • URBANAS FUNDAMENTOS (Prof. Carlos Alexandre)

Trabalha com ferramentas que acreditamos ajudar a pessoas a se expressar em forma de movimento, tudo dentro da linha de danças urbanas. Trabalha grande parte em dinâmicas que envolvem conexão, ressignificação, e autoconhecimento também. A prioridade é ser feliz, conseguir trocar energia com as pessoas e, deixar o medo e as inseguranças de lado para poder dançar sem medo dentro e fora de sala!

  • URBAN SALSA (Prof. Gui Rocha)

A Urban Salsa é pesquisa desenvolvida pelo prof Gui Rocha em parceria com a Mutama. Ela é um resgate do viés latino dentro das danças urbanas e populares. É uma modalidade individual, que tem a Salsa como estilo principal e mais vertentes das danças latinas, como Bachata, Chá-cháchá, Pachanga, Afro Cubano e Rumba. A energia é sua característica e a aula é de moderada a intensa.

  • HOUSE (Prof. Diego Tavares)

House Dance,  estilo de dança inserido dentro do universo das danças urbanas no final dos anos 70, início dos 80. Esta modalidade surgiu há um pouco mais de 40 anos atrás, nos clubes “underground” de Chicago e Nova York. E virou febre e tendência por ser uma dança alegre, divertida e cheia de personalidade. Foi logo depois da moda “Disco” que os DJs destes clubes começaram a mixar as batidos “Disco”, com sons eletrônicos, breaks, afrobeats e sons latinos e assim, reinventaram o que viria se chamar “House Music”. Destas trocas entre pessoas de diferentes etnias e culturas o House Dance surgiu, sem dono, se tornando uma dança comunitária que possui movimentos da salsa, sapateado, hip hop e até da capoeira. Mais do que seguir coreografias, nesta modalidade a liberdade de expressão, o estilo pessoal e a conexão com a batida da música é o caminho do sucesso. Neste estilo, a batida dita o movimento, a energia da música contagia a alma que dança. O House Dance é sinônimo de diversão. A energia da música contagia e durante as aulas nos sentimos como se estivéssemos dançando em um clube. Esta é uma dança para todos os corpos, dança da liberdade, da alegria e da queima de muitas calorias!